musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - SONHOS DE CADáVER - ACCEPTUS NOCTIFER - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Sonhos De Cadáver letra


Órbitas sem olhos, lâmpadas sem luz,
Maxilas cor d'âmbar, frias como o gelo,
Faces descarnadas, crânios sem cabelo,
Formas onde a carne se desfez em pus
Despiu-nos a terra o tórax e os diversos membros.

Das bocas sem lábios sai-nos uma trova,
Que é como um punhal esfarrapando a pele.
A desoras, quando treme o arvoredo,
E o silêncio esmaga as fortes ventanias,
No baile macabro damos as mãos frias
E vamos dançar cancãs que metem medo.

E quem sabe lá, profunda noite escura,
As voltas que demos quando ainda não
Tínhamos descido à negra vala impura.

Ai quem sabe lá! Que a vida é enigma
Aonde entramos rindo sem pensar na seca vida...
Vale mais morrer, que a morte é a saída...
Dessa pena injusta, desse infame estigma.

Desse imundo charco...
A dor e a angústia, o desengano e a febre,
O ouro de um palácio e a fome de um casebre...
Que para ver males é que nós nascemos
Pelas podridões das bacanais devassas,
Onde o vício bebe por lascivas taças,
O veneno um que nos estraga o sangue.

Acceptus Noctifer - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br